Rem Koolhaas recebe o Leão de Ouro da Bienal de Veneza 2010

Arquiteto holandês é prestigiado pelas conquistas de sua carreira e conjunto de obra


Rem Koolhaas

Na 12ª edição, a Bienal de Veneza (19 de agosto a 21 de novembro de 2010) elegeu o arquiteto holandês Rem Koolhaas para receber o prêmio Leão de Ouro, pelas conquistas de sua carreira e conjunto da obra. A decisão foi tomada pela câmara da Bienal de Veneza, encabeçada por Paolo Baratta, através da proposta da diretora desta 12ª edição, Kazuyo Sejima (Sanaa).”Rem Koolhaas expandiu as possibilidades da arquitetura. Ele focou nas trocas entre pessoas e espaços”, escreveu a diretoria. Rem Koolhaas foi mencionado em 2008, pela revista Time, como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. Em 1975, Koolhaas – juntamente com Elia e Zoe Zenghelis e Madelon Vriesendorp – fundou o OMA (Office for Metropolitan Architecture). Entre seus mais importantes trabalhos estão o Teatro de Dança da Holanda, em Haia, e o Kunsthal, em

Roterdã. Em 1978, escreveu o livro Nova York Delirante, que se tornou um clássico da teoria da arquitetura contemporânea. Em 2000, recebeu o Prêmio Pritzker.

A Câmara da Bienal também decidiu oferecer um Leão de Ouro comemorativo, em memória da arquiteta japonesa Kazuo Shinohara, que morreu em 2006 e teve ampla influência na cena arquitetônica japonesa, inspiração para trabalhos como de Toyo Ito, Kazunari Sakamoto e Itsuko Hasegawa.

Fonte.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s