Palestrantes do CHIS 2010 – 2º dia

Continuando a série de posts sobre os palestrantes do Congresso Internacional de Sustentabilidade e Habitação Social – 2010…

Teolinda Bolívar

Professora e pesquisadora da Universidade Central da Venezuela. O foco de sua pesquisa são os assentamentos urbanos não controlados (que ela chama de bairros). Na Venezuela, mais ou menos 50% da população vive nesses assentamentos. No vídeo abaixo, ela mesma fala sobre os bairros e sobre os “hacedores de ciudad”. A questão é: isso é ou não é Arquitetura?

Vou fazer um enorme parêntese aqui hehe
Estava escrevendo esse texto aí em cima e parei pra almoçar. Enquanto almoçava, assisti Minha Vida é a Minha Cara no canal Fashion TV, um programa muito legal apresentado pelo músico Otto e pela atriz Hermila Guedes. Por coincidência, o tema da edição de hoje era “Moro numa cobertura / Moro no Morro”. No programa, aparecem desde pessoas que moram em coberturas de 250 m² até pessoas que moram em favelas por opção.

Felipe Hernandez

Hernandez foi co-editor (junto com Peter Kellett) do livro “Rethinking the Informal City: Critical Perspectives from Latin America”. É arquiteto e professor de desenho arquitetônico, história e teoria na Universidade de Cambridge. Possui mestrado em Arquitetura e Teoria Crítica, e recebeu seu PhD na Universidade de Nottingham. Hernandez publicou extensamente sobre cidades latino-americanas contemporâneas. Ele usa os métodos da crítica pós-colonial, a fim de levar a uma revisão da maneira com a qual as arquiteturas da América Latina são teorizadas e historicizadas. Ele também destaca a importância da inclusão de “arquiteturas informais” em todos os debates acadêmicos sobre a arquitetura do continente, especialmente considerando que essas arquiteturas representam mais de 80% do tecido das cidades na América Latina e outras regiões do mundo em desenvolvimento. Em seu mais recente trabalho, Felipe estuda padrões de desenvolvimento urbano, bem como a teorização e historicização de arquiteturas, na África e no Caribe.

Ferran Sagarra

Diretor da Escola Técnica Superior de Arquitectura de Barcelona (ETSAB) da Universidade Politècnica de Cataluña. O que eu mais achei foram links sobre um abaixo-assinado pedindo sua demisssão porque, pelo que eu entendi, ele não está de acordo com o título de Arquitecto Máster y 360 créditos. Ele escreveu diversos livros sobre a história do projeto urbano de Barcelona e sobre a cultura urbanística do séc. XIX e XX.

******** UPDATE ********

Mais uma palestrante foi adicionada na programação do 2º dia:

Betania Alfonsin

Professora da área de Direito Público da PUCRS. Vejam o arquivo “A Experiência Brasileira de Regularização Fundiária“.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s